O Festival do Chopp

A melhor e mais animada festa de chope do país está com as datas confirmadas para 2024. A 55ª edição do Festival do Chopp será nos dias 06 e 13 Abril, nos salões da SOCEF (Associação Cultural e Esportiva de Feliz).

Mantendo a tradição, desde a 1ª edição o Festival é open bar, ou seja, o seu ingresso dá direito a BEBER CHOPP GELADO a noite toda, o quanto você quiser!

Gostou? Então junta isso a música ao vivo e aquela galera reunida na maior alegria!

Te esperamos para viver essa experiência histórica.

+ 0
horas de festa
+ 0
Ambientes
+ 0
Torneiras
IMG-20190727-WA0069
foto-festival1
festival-foto

Um pouco sobre a

história do festival

20 de abril de 1968 – Dia do primeiro Festival do Chopp. Seu idealizador, Vítor Ruschel, dono da Cervejaria Ruschel (que mais tarde se chamou Polka, Serramalte e Antarctica), trouxe a idéia de Munique, na Alemanha, para onde havia viajado e conheceu a famosa Oktoberfest.
O primeiro festival se chamou Festival Polka e, praticamente, era uma festa comunitária, com a participação das famílias felizenses. Em 1968, inclusive, o evento foi realizado no primeiro piso da atual sede (Socef), quando esta ainda estava em construção. Porém, a cada ano que passava, a festividade atraía mais pessoas, que costumavam vir de cidades maiores, como Porto Alegre. Assim, não demorou muito e o Festival passou a ser um evento de renome estadual e nacional.
Nos anos seguintes, com o crescimento da festa, a infraestrutura foi sendo ampliada. Hoje, aos sábados, o evento é realizado num espaço total de 10.000 m2, bem diferente da primeira festa que ocorreu num salão de 200 m2. Atualmente, cinco espaços acomodam o público que se diverte com bandinhas típicas e muito chopp. Além disso, o local também dispõe de um restaurante típico e praça de alimentação.
A partir de 1971, o evento passou a chamar-se Festival da Cerveja e em 1982, de Festival do Chopp, agregando em 1996 a palavra “nacional”, numa referência ao público que vinha de vários estados do Brasil.
Mas qual é o segredo dos vários anos de sucesso? O grande diferencial do Festival do Chopp de Feliz é a quantidade de bebida que os “tomadores de chopp” conseguem ingerir. Ao contrário das demais festas do gênero, no Festival os “bebedores” adquirem o ingresso e bebem à vontade durante a noite inteira. Não existe o inconveniente de filas e compra de tickets.
A outra grande atração do evento é a programação, que foi ficando mais eclética com o passar do tempo. Bandas típicas, DJs, bandas de pop rock e sertanejo garantem a animação do público que frequenta o evento.

Curiosidades

sobre o Festival

  • A primeira rainha do Festival foi Margarida Rücker, eleita não por um corpo de jurados, mas por meio da venda de rifa. Na época, era considerada vencedora a candidata que angariava mais dinheiro com a venda de rifas.
  • O Festival inspirou a criação de um grupo de danças alemãs, que vem se apresentando na abertura desde a primeira edição e que é segundo, do gênero, mais antigo do estado do RS.
  • Prosit significa “saúde”, quando se faz um brinde.
  • A palavra chope vem do alemão schopp e é uma medida de volume equivalente a 300 ml.
  • O colarinho ajuda a manter a temperatura, o aroma e o gás do chopp.
  • O chopp também é uma cerveja, porém não passou pelo processo de pasteurização – aquecido e resfriado rapidamente.
  • Os egípcios já produziam chopp há 5.400 anos. Na época ele era usado como moeda para pagar os trabalhadores e também como produto de beleza para as mulheres, que acreditavam em seus poderes de rejuvenescimento.
  • O chopp chegou ao Brasil em 1808, trazido da Europa pela família real portuguesa.
  • Pilsen é uma cidade localizada na República Tcheca, onde foi descoberto o chopp de baixa fermentação.
  • O ranking do chopp coloca a República Tcheca como maior consumidora (157 litros por pessoa), seguida pela Irlanda (131 litros) e Alemanha (116 litros).
  • Ao contrário do vinho, quanto mais novo for o chopp, melhor é o seu sabor.
  • Em alemão ressaca alcoólica significa katzenjammer.

A Realeza do

Festival do Chopp

A Rainha e as duas Princesas levam o Festival do Chopp e Feliz a vários lugares do nosso Rio Grande do Sul e do Brasil.

A Realeza participa de diversos eventos e é a representante oficial do Festival do Chopp de Feliz.

Rainha Eduarda Kayser Rauber – 23 anos (centro), estudante de Marketing

Princesa Priscilla Schneider Ludwig – 23 anos (esquerda), estudante de Direito

Princesa Polyana Ávila Domingues – 30 anos (direita), pós-graduada em Contabilidade, Auditoria e Controladoria

soberanas
Olá. Podemos ajudar?